CONVOCADA GREVE GERAL PARA DIA 30 DE JUNHO CONTRA REFORMAS DA PREVIDÊNCIA E TRABALHISTA

PDFImprimirE-mail

greve.geral 30junho 13.06.17-1A CNASI-ASSOCIAÇÃO NACIONAL convoca os servidores do Incra/SEAD e suas entidades representativas locais/setoriais (Assincras, Asseras e ASSEMDA) para organizarem o movimento de greve, do dia 30 de junho de 2017, com atos CONTRA REFORMAS DA PREVIDÊNCIA E TRABALHISTA, como forma de  ampliar a pressão no Governo para a retirada das reformas, em respeito ao direito dos trabalhadores em ter relação de trabalho digna e manutenção do direito à aposentadoria.

 

A adesão a este movimento - chamado por diversas centrais e entidades nacionais de representação de trabalhadores -, também é uma sequencia dos atos ocorridos nos últimos meses, com objetivo de congregar greve 30 6 motivosforças com outras organizações defensoras dos direitos dos trabalhadores e trabalhadoras do Brasil.

 

Neste sentido, a participação dos TRABALHADORES FEDERAIS de todas as regionais do Incra/SEAD na Paralisação Nacional do dia 30 de junho de 2017 faz parte da construção da GREVE GERAL contra o Desmonte da Previdência e de outros ataques à classe trabalhadora.

 

Mesmo com o atual Governo em crise política e de credibilidade / legitimidade - fruto de provas da participação do presidente da República, Michel Temer, em corrupção -, as reformas continuam a tramitar no Congresso Nacional e com grande risco de serem aprovadas, demonstrando os ataques do capital e do Estado contra a maioria da população brasileira que vive do seu trabalho, dentre estes os servidores do Incra.

 

Desta forma, seguindo as recomendações das centrais, a CNASI-ASSOCIAÇÃO NACIONAL orienta as associações de servidores do Incra e SEAD (Secretaria Especial de Agricultura Familiar e do Desenvolvimento Agrário - antigo MDA) a articularem-se com sindicatos locais e outras entidades parceiras, somando-se no dia 30/6 às atividades de protesto contras as reformas citadas e contra a retirada de direitos. Desta forma, a CNASI-AN orienta que as associações e servidores participem de atos locais - a exemplo de paralisações, piquetes, passeatas, protestos, debates, seminários, etc -, no sentido de debater os problemas e ataques dirigidos à categoria e a todos os trabalhadores.

 

No âmbito do Incra/SEAD há razões mais que suficientes para os servidores aderirem ao movimento grevista, com destaque para: METAS ABSURDAS E INEXEQUIVEIS; ARROCHO SALARIAL; REDUZIDO QUADRO DE SERVIDORES; SUCATEAMENTO; LUTA PELA REDUÇÃO DA JORNADA DE TRABALHO; ASSÉDIO MORAL INDIVIDUAL E COLETIVO; USO POLÍTICO DE CARGOS E RECURSOS FINANCEIROS; PROBLEMAS DE GESTÃO; BAIXO ORÇAMENTO.

 

A HORA É DE LUTAR!

NENHUM DIREITO A MENOS!

 

Fonte: CNASI-AN

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

Blogs das Regionais

Links Úteis

sindsepdfasseraincracutfassincracnasi_lutas