Blog Marabá
Blog Marabá

Blog Marabá (4)

Os servidores do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra), Instituto Nacional de Seguridade Social (INSS) e técnicos da Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará (Unifesspa) que também estão em greve desde o mês de junho realizaram na manhã do dia 22 de julho de 2015, em Marabá, no Sudeste do Pará, um protesto na rodovia BR-230, conhecida como Transamazônica.

Os servidores do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) de Marabá, no sudeste paraense, declararam greve no dia 10 de julho de 2015. Dentre as principais reivindicações dos trabalhadores estão a reposição salarial imediata de 27%, melhorias nas condições de trabalho e concurso público.

A paralisação dos servidores do Incra no Sul do Pará, lotados em Marabá e nas unidades avançadas de Conceição do Araguaia e São Geraldo do Araguaia, foi total, ficando todas as atividades do órgão completamente inativas no dia 20 de março de 2012.MARABA_paralisa2_mar_2012

 

A decisão de parar as atividades foi tomada pela direção da Assera Sul do Pará e da representação da Assinagro na Superintendência, como forma de pressionar o governo a atender as reivindicações da categoria.

CONCEIO_paralisa2_mar_2012 

Os servidores defendem as reivindicações da pauta nacional, como equiparação remunerativa com MAPA, fortalecimento do Incra e promoção das Políticas de Reforma Agrária e Regularização Fundiária.

 

Na sede, em Marabá, não funcionou Gabinete, Procuradoria Federal Especializada, Obtenção, etc. Nem oSOGERALDO_paralisa_mar_2012 pessoal da limpeza ficou no prédio, segundo a direção da Assera Sul do Pará. “O QUE CALADO QUER NINGUÉM SABE O QUE É”, foi um dos lemas divulgados pelos organizadores da paralisação.

 

Fonte: Ascom Cnasi / Assera Sul do Pará

Os servidores do Incra no Sul do Pará, lotados na Superintendência Regional do Incra sediada em Marabá (PA), reivindicam equiparação remunerativa com o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), participação no Plano de Reestruturação do Incra.

 

IMG_4271Esse foram alguns dos posicionamentos retirados no Encontro Estadual de Servidores do Incra no Sul do Pará, ocorrido em Marabá, em 29 de novembro de 2011, quando os integrantes da Cnasi, Reginaldo Aguiar, e da Fassincra, Maria Cleuza Carneiro, darem palestras sobre a reestruturação do Incra e negociação com o governo, bem como sobre as medidas que estão sendo tomadas quanto ao fortalecimento da Fundação.

 

Dezenas de servidores participaram do evento, que contou, pela manhã, com a presença do superintendente do Incra/Marabá, Edson Luiz Bonetti, que se comprometeu ajudar os profissionais do Instituto quanto ao apoio político nas ações de fortalecimento do órgão e valorização dos seus quadros. A atuação da Assera Sul do Pará no evento, bem como em sua organização e arregimentação dos servidores para participarem, foi um dos responsáveis pelo sucesso do Encontro.

 

Críticas à atuação da Cnasi em algumas situações, bem como o reconhecimento de um esforço na melhoria das relações com as bases foram feitas por participantes. O fato de a Cnasi estar promovendo os Encontros Estaduais / Regionais, juntamente com Condsef, sindicatos, associações e Fassincra foi enaltecido como prova desta procura por afinidade de discursos com a base de servidores.

 

O fortalecimento das entidades representativas locais e nacional foram destacadas. Houve também proposta de criação de nova entidade nacional – como associação nacional ou mesmo sindicato –, para poder arrecadar recursos e ter independência de ação.

 

Fonte: Ascom Cnasi

Blogs das Regionais